Início

A Viola

Afinações

Agenda

Biblioteca

Blog do Angelim

Cifras

Discografias

Encordoamento

Fogão à Lenha

Fotos

Links Interessantes

Luthieria

Mestres Poetas

Mestres Professores

O Sagrado e o Profano

Porta Aberta

Rio Abaixo

Tablaturas

Videoteca

Violas, Minhas Violas

Violeiros

Sentada a beira do rio

Bem na curva desse rio

Com o sol a se deitar

A saudade invade o peito

E você, não tem mais jeito

Apesar do despeito

Minha alma é seu lugar

 

Já finda o dia

A água mansa caminha

Por entre as curvas do rochedo

Minha cabeça vacila

Turvas memórias me guiam

Misturam as curvas do rio

Com seu dorso em desalinho

No imaginário do medo

 

Na paz que a natureza propõe

De mim você só dispõe

A seiva do ser já sorvido

O pássaro seu canto entoa

E eu, altivo na proa

De sonhos inteiro rendido

Entôo um canto comigo

E sigo feliz no meu mundo

 

 

 

 

 

 

* Marisa Dwir é Cantora, Música, Escritora, Documentarista e dotada de uma voz com uma doçura capaz de acalmar as tempestades da alma.

 

 

 

 

 

 

 

 

Angelim

Conheça o livro

Roda de Viola

Armazém do

Angelim

Produção